segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Série Turca Polémica Levanta Protestos de Israel

O Ministro dos Negócios Estrangeiros Israelita Avigdor Lieberman convocou, na última quarta-feira o embaixador Turco em Israel como protesto contra um novo drama passado na televisão da Turquia e que retrata os soldados das Forças de Defesa de Israel como brutais assassinos. Lieberman instruiu os funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros para protestarem face dos seus homólogos Turcos. Ele realçou que este tipo de séries reflectem um grave nível de incitamento ao ódio - e com a aprovação do governo.

O programa chamado Ayrilik, apresenta uma história de amor que se desenvolve durante a ofensiva de Israel na Faixa de Gaza, segundo a imprensa Israelita. No entanto, parte de um episódio disponível no YouTube mostra várias imagens do IDF abrutalizar o população Palestiniana, com crianças a serem abatidas com tiros no peito e pontapés em pessoas idosas no chão, entre outras coisas.

No vídeo, os soldados Israelitas podem ser vistos a disparar no peito contra uma menina que apenas sorri, a fazerem avançar um tanque através de uma rua movimentada e alinhando um pelotão de fuzilamento para atirar contra os Palestinianos. O programa foi transmitido no canal Turco TRT1, canal de televisão patrocinado pelo próprio estado., segundo a imprensa Israelita.

Eles também relatam que o drama passado na Web "traz para a realidade a ferida aberta da Palestina. Retrata a tragédia de ambos os lados ao longo de gerações... Esta temporada foca as mulheres e crianças e a história da Palestina, bem como a noção de que o solução final é o amor, a compaixão e paz no mundo." [leia a notícia na íntegra]


3 comentários:

Diogo disse...

Basta aos turcos passarem 3 vezes a Lista de Schindler em horário nobre.

Johnny Drake disse...

A parte curiosa da questão é saber se os mesmos Israelitas têm algo a dizer sobre o último filme de Tarantino. Pelos vistos não...
Já chega de hipocrisia! O crime não tem cor! Muito menos credo religioso! Crimes de guerra exitiram sempre e, provavelmente, nunca deixarão de existir. Colocar os mesmos rótulos sempre nas mesmas pessoas "já não cola"!

Stefano disse...

voces sabem o judeu é "eterna vitima".... oh pobrezinho!!!